way2themes

A ÚLTIMA

Em 1959, Fidel Castro foi líder de uma Revolução sangrenta em Cuba, que culminou num Golpe de Estado que retirou Fulgêncio Batista do poder e implantou o comunismo na ilha. 115.127 pessoas foram assassinadas de 59 pra cá, segundo o historiador e economista Armando M. Lago.

Fidel ficou no poder até 2006, quando, por questões de saúde e de idade, passou o poder para seu irmão, Raul Castro. Agora, em 2018, provavelmente por questões de saúde e de idade também, Raul passa o poder para Miguel Díaz-Canel.

Todo mundo que estudou através de fontes sérias sabe disso, mas nos livros do MEC e na mídia brasileira, todos esses 3 sujeitos são chamados de 'presidentes'. É um negócio tão surreal que chega a dar um vontade de bater nos 'jornalistas' e 'historiadores'.

Assim como na Coreia do Norte, onde Kim Jong-Un é o único candidato em todas as eleições, Miguel Díaz-Canel também foi o único candidato em Cuba. A diferença é que Kim ganhou com 100% dos votos, e Miguel com 99,83%.

Não é uma maravilha essa democracia comunista?
Para quem zela pela sobrevivência do seu cérebro num tempo de naufrágio universal da inteligência, nada mais urgente do que compreender o que é realmente “desinformação”. O uso corrente da palavra como rótulo infamante para denegrir qualquer opinião adversa é garantia segura de que as verdadeiras operações de desinformação passarão despercebidas, condição necessária e quase suficiente do seu sucesso.

Só há dois tipos de desinformação genuína, e cada um deles requer muito mais planejamento e execução cuidadosa do que o mero vício jornalístico de espalhar mentirinhas ideologicamente sedutoras.

O primeiro tipo – e, de longe, o mais importante – é aquele que tem como alvo não o público em geral, a massa ignara, e sim os homens do poder, os que tomam decisões de grande alcance. Dificilmente uma dessas criaturas se deixa orientar pelo que sai na mídia popular. Para influenciá-las é preciso colocar no seu entourage (ou conquistar mediante suborno, chantagem etc.) assessores técnicos que sejam da sua plena confiança. E mesmo estes têm de ser muito prudentes no manejo do fluxo de informações que levará seus chefes a tomar as decisões erradas, favoráveis ao inimigo que controla de longe a situação. A importância dessas operações é imensurável, muito mais do que o cidadão comum pode imaginar, e ninguém foi (e é ainda) mais hábil em manejá-las do que a boa e velha KGB (atual FSB). Graças à pletora de documentos secretos revelados após a queda da URSS, hoje sabe-se que desde os anos 40 os agentes soviéticos moldaram a seu belprazer algumas das principais decisões estratégicas do governo de Washington no cenário internacional, induzindo-o a trabalhar contra os interesses mais vitais da nação americana.

O exemplo mais claro e didático está no livro Operation Snow: How a Soviet Mole in FDR’s White House Triggered Pearl Harbor, de John Koster (Regnery, 2012). “Mole” (toupeira) é, no jargão dos serviços de inteligência, o termo técnico que designa o agente infiltrado. A toupeira, no caso, foi Harry Dexter White, alto funcionário do Tesouro, homem de confiança de Franklin Delano Roosevelt e, como os documentos comprovam, agente soviético.

A situação era a seguinte em 1941. O governo militarista e expansionista do Japão estava dividido entre duas correntes: uma queria retormar a velha guerra com a Rússia. A outra queria ajudar os nazistas contra as potências ocidentais. A Rússia, sob ataque alemão desde junho, não podia oferecer resistência eficaz aos japoneses do outro lado do território. Profundo conhecedor da língua, da cultura e da política japonesas, e colocado, ademais, numa posição desde a qual podia facilmente influenciar as decisões econômicas do governo Roosevelt, Harry Dexter White foi contratado pelos soviéticos para criar artificialmente um conflito entre o Japão e os EUA. A seqüência de memorandos e estudos estratégicos com que ele remoldou para pior as relações econômicas entre os dois países foi uma obra de gênio, levando Roosevelt a impor às importacões japonesas de petróleo limitações drásticas que do ponto de vista americano pareciam simplesmente razoáveis, mas que no contexto japonês, e em língua japonesa, soavam como verdadeiras declarações de guerra. O Japão respondeu com o ataque a Pearl Harbor em 7 de dezembro de 1941 – não por coincidência, um dia depois que a Rússia, livre da ameaça nipônica, lançava aos alemães um contra-ataque maciço.

Psicologicamente, Pearl Harbor é ainda hoje um símbolo aglutinador do patriotismo americano, mas, em termos substantivos, foi uma tremenda vitória da desinformação soviética.

O outro tipo de desinformação é antes uma obra de engenharia social. Não se dirige ao governo para moldar suas decisões, mas, ao contrário, vem do governo e de seus centros de poder associados e desce para a massa popular, depois que as decisões já estão tomadas e é preciso, para implementá-las, conquistar o apoio do eleitorado, mantê-lo na total ignorância do que os altos círculos estão fazendo ou ajustar sua conduta aos padrões exigidos pela nova política.

Pode-se chamar esses dois tipos de micro e macrodesinformação. As dificuldades são consideráveis em ambos os casos, mas de natureza bem diversa. Se o primeiro é inviável sem o máximo de sigilo e o manejo fino do fluxo de informações, o segundo requer o controle completo dos meios maiores e mais prestigiosos de difusão, podendo no entanto coexistir com alguma contestação menor – ou marginal — que, estatisticamente, não afete os sentimentos da massa popular.

No Brasil essa condição é facílima de alcançar, pois a grande mídia foi sempre dependente de verbas governamentais e não se atreve a morder a mão que a alimenta. Foi assim que os maiores jornais e canais de TV consentiram em ocultar a existência do Foro de São Paulo até o momento em que, dominador completo da situação continental, este já podia se exibir em público sem maiores riscos.

Nos EUA a coisa teve de ser precedida de um longo e complexo processo de concentração da mídia nas mãos dos grupos globalistas que hoje disputam com a Rússia as afeições do bloco islâmico. Quando esses grupos colocaram Barack Hussein Obama no governo para minar o poder nacional dos EUA e operar um giro de 180 graus na política externa americana, fazendo do antigo aliado de Israel o maior protetor que os radicais muçulmanos já tiveram no Ocidente, a mídia já estava preparada para ocultar não somente a biografia altamente comprometedora do presidente, mas até algumas das suas executive orders mais ambiciosas e daninhas, que entram em vigor sem que a população fique sabendo de nada.





Proveniente do Diário do Comércio, 10 de janeiro de 2013
A polícia alemã divulgou detalhes sobre o criminoso que atacou um jovem israelense, em Berlim, pois usava um kippa.

Trata-se de um refugiado sírio de 19 anos, que entrou no país em 2015, graças a política de fronteiras abertas da chanceler Merkel. O criminoso teve sua prisão preventiva decretada, mas as autoridades nada disseram acerca do seu visto de permanência no país. Segundo especulam, o marginal não será deportado, mesmo após tão grave crime.

A polícia divulgou que, 81% dos ataques sofridos por judeus na Alemanha são praticados por islâmicos (reportagem abaixo).


SDS - PMPE - DIRESP - BPRP - DIM - 20BPM

OPERAÇÃO FORÇA NO FOCO

OCORRÊNCIA: M-9738065
NATUREZA: Receptação Culposa
LOCAL: Primavera, Camaragibe.
DATA/HORA: 19/04/2018 - 11h04min

IMPUTADO:
Bruno Carneiro Amorim da Silva
 MATERIAL:
01 Celular LG

RELATO DO FATO
Ao realizar o patrulhamento no local citado, durante a OPERAÇÃO FORÇA NO FOCO, no endereço acima citado, a GE 8300 se deparou com o imputado 01 em atitude suspeita e ao realizar a abordagem foi constatado que o mesmo estava com um celular roubado e foi conduzido para à DP de Camaragibe para serem tomadas as medidas cabíveis.
RESULTADO: Autuado por receptação culposa.
EQUIPE:
GE-8300
CB PM OBADIAS, 
SD PM ANDRADE, SD PM CARNEIRO, SD PM FALCÃO

NATUREZA DA OCORRÊNCIA:
CRIME AMBIENTAL E PORTE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO
Data: 19/04/2018
Horário: 11h40
RESUMO DA OCORRÊNCIA:
Nesta data (19/04/18), policiais militares da 1ª CIPOMA Cumpriram Ordem de serviço N° 0623/18, na Operação Força no Foco, em apoio ao 20° BPM.

Na ocasião os Policiais estavam fazendo rondas ambientais e ostensivas no bairro de Vera Cruz, no Município de Camaragibe; quando em uma das abordagens a um ponto comercial (Bar), na rua Luiz Guimarães Filho, os policiais conseguiram apreender 09 aves da fauna silvestres e uma arma de fogo, (Revólver Cal. 38) juntamente com 06 Munições do mesmo calibre; em posse do Sr° Isaías João de Lemos, de 57 anos.

No local foi verificado a situação da arma, a qual estava com seu registro vencido a mais de 20 anos.

Por estes motivos expostos (crime ambiental e registro de arma de fogo vencido), o Sr° Isaías juntamente com os materiais apreendidos, foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de Camaragibe, onde foi apresentado à autoridade competente.

Em seu desfavor foi confeccionado TCO (termo circunstanciado de ocorrência) por crime ambiental e ilícito administrativo pelo registro da arma vencido.

EQUIPE:
GA 8500/600043
Sgt PM Ivanildo, Cb PM Valdemiro, Se PM Dias

OPERAÇÃO FORÇA NO FOCO
TRÁFICO DE ENTORPECENTES E POSSE DE DROGAS
19/04/2018
09:00
Imputados:
Kleyton Izidoro de Santana.
Gesiel Manoel do Nascimento.

Local do Fato: Rua Bezerros, n°65 b, Comunidade Vila Dourada, São Lourenço da Mata-PE

Relato do Fato:
Ao realizarmos patrulhamento no endereço citado, durante a Operação Força no Foco, nos deparamos com um indivíduo de nome Gesiel Manoel do Nascimento, saindo de uma casa em atitude suspeita, onde em frente à mesma casa havia outro indivíduo de nome Kleyton Izidoro de Santana, onde ao abordar Gesiel, foi encontrado com o mesmo, um invólucro contendo um material com características aparentando ser maconha (Big-Big). Porém, ao adentrarmos no imóvel, foi encontrando mais 09 (nove) invólucros do mesmo material em um recipiente, localizado no terraço. Na sala, foi encontrado um tablete contendo 0,695 gramas do mesmo material, como também uma arma artesanal encontrada em um buraco na área de serviço próximo ao teto do referido imóvel. Diante dos fatos, conduzimos os imputados à CEPLANC, para que fossem tomadas as providências cabíveis em relação ao fato.

Resultado da Ocorrência M-9738051
1 arma de fogo artesanal apreendida;
65 Big-Big de Maconha apreendidos;
695 gramas de Maconha apreendidos.

Obs1: O imputado de nome Kleyton Izidoro de Santana, foi autuado em flagrante por crime de tráfico de drogas e encaminhado a audiência de custódia.
Obs2: Foi confeccionado um TCO em desfavor de Gesiel Manoel do Nascimento, onde após procedimento, o mesmo foi liberado.

Equipe(s) Envolvida(s) na Ocorrência
GG 9030
Sgt PM Gilberto, Sd PM Alves, Sd PM Cirilo

GG 9040
Sgt PM Valdezio, Sd PM Nivaldo, Sd PM Carmo Andrade

GT 9135
Sgt PM Gilmar, Sd PM J. Pereira
GC 9100
Sd PM Rodrigo Lima, Sd PM Rafaela França, Sd PM Eliab Batis

NATUREZA:
AMOR AO PRÓXIMO
DATA: 19/04/2018
HORÁRIO: 06H
LOCAL DO FATO:
Rua Padre Fábio de Barros, Penedo de Cima - São Lourenço da Mata.
RELATO:
Ao assumir o serviço fui informado sobre uma ocorrência em que a família estava necessitando do apoio policial, pois um elemento por volta das 04hs. havia danificado a porta da residência, deixando todos assustados. Diante da situação seguir juntamente com a GT9135 até o local e após resolver a ocorrência, sentimos que Deus havia tocado em nossos corações, pois infelizmente sabemos que várias famílias estão vivendo em situação precária, mas algo divino nos dizia que tínhamos que ajudar aquela família. De imediato fornecemos um café da manhã, um botijão de gás e alguns itens alimentícios para que a família tenha alguma coisa para se alimentar durante alguns dias e todo o efetivo irá se mobilizar para tentar melhorar as condições de vida deles, principalmente das três crianças.

EFETIVO:
GT9000
ST LAILSON, SD G. NEVES

GT9135
SGT GILMAR, SD J PEREIRA

Tenente-Coronel PM DE LIMA, Comandante do 20BPM
Mundo 
EUA pedem mais ações concretas para seguir pressionando Maduro
O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, pediu nesta quinta-feira mais ações concretas para continuar pressionando o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e reforçar as medidas já impostas pelo presidente americano, Donald Trump, contra o país.

"São requeridas ações concretas para restringir a capacidade dos funcionários corruptos do governo venezuelano e suas redes de apoio de abusarem do sistema financeiro internacional", afirmou Mnuchin em comunicado divulgado após uma reunião com ministros de 15 países.

O secretário do Tesouro disse que os ministros acertaram na reunião um fortalecimento da cooperação internacional e decidiram continuar compartilhar informação sobre os ativos funcionários do governo da Venezuela.

Trump impôs em março novas sanções econômicas contra a Venezuela ao proibir qualquer transação com a criptomoeda criada por Maduro, o petro. Na época, o presidente americano também incluiu em uma lista de sanções outros quatro membros do alto escalão do governo.

Estiveram no encontro com Mnuchin representantes de Argentina, Alemanha, Brasil, Canadá, Colômbia, Espanha, França, Guatemala, Itália, Japão, México, Panamá, Paraguai, Peru e Reino Unido.

Funcionários do Departamento do Tesouro disseram à Agencia Efe que os representantes mostraram grande apoio às sanções impostas pelo governo do Panamá à Venezuela.

O Panamá aumentou a supervisão sobre os ativos de 16 empresas e 55 cidadãos venezuelanos, entre eles Maduro.

As fontes ouvidas pela Efe que os países europeus defenderam mais sanções da União Europeia. Os representantes latino-americanos afirmaram que estão estudando a imposição de sanções ao país.

"Esse é um sinal que o mundo está fechando o cerco sobre a Venezuela", disse uma das fontes consultadas pela Efe.


México intercepta dois veículos com 191 migrantes em condições subumanas
Agentes federais do México interceptaram dois veículos nos quais viajavam 191 migrantes originais das Américas Central e do Sul em "condições subumanas", sem água nem alimentos, informou o Instituto Nacional de Migração (INM) mexicano nesta quinta-feira.

Do total de migrantes, 181 são originais da Guatemala, nove de Honduras e uma mulher do Brasil. Eles têm o direito de pedir refúgio no México ou, caso contrário, serão devolvidos aos respectivos países.

Um dos veículos é um ônibus que foi interceptado no estado de Hidalgo e no qual viajavam 88 pessoas em "condições de aglomeração e pouca ventilação", informou o INM em boletim. No segundo veículo, um caminhão interceptado no estado de Vera Cruz, viajavam 103 pessoas, 55 delas menores de idade.

Milhares de imigrantes ilegais cruzam todos os anos o território mexicano rumo aos Estados Unidos, um percurso no qual estão expostos a roubos, extorsões, sequestros e até mesmo assassinatos por grupos criminosos, assim como a abusos de autoridades corruptas.



Brasil

STF concede prisão domiciliar a Paulo Maluf
Questão foi decidida após a votação na qual a Corte definiu que Maluf não pode recorrer em liberdade da condenação de 7 anos e 9 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, na noite desta quinta (19), conceder prisão domiciliar ao deputado federal Paulo Maluf(PP-SP) por razões de saúde.

A questão foi decidida após a votação na qual a Corte definiu que Maluf não pode recorrer em liberdade da condenação de 7 anos e 9 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

A decisão confirma liminar proferida pelo ministro Dias Toffoli, que, no mês passado, determinou que o deputado passe do regime fechado, no presídio da Papuda, em Brasília, para prisão domiciliar.

Atualmente, Maluf está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. De acordo com o último boletim médico, divulgado na terça-feira (17), ele faz tratamento contra um câncer de próstata, que está em estágio evoluído, com metástase.


'Não consegui ainda convencer a mim mesmo de que devo ser candidato', diz Barbosa
Após encontro de duas horas, Joaquim Barbosa afirmou que ainda não se convenceu se realmente quer ser candidato e que sua família é contrária ao seu lançamento ao Palácio do Planalto
O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa falhou na tentativa de reunir o apoio dos diferentes grupos do PSB em seu primeiro teste como possível candidato presidencial.
Em reunião nesta quinta (19), na qual se apresentou aos dirigentes da sigla, ele gerou dúvidas sobre a disposição em disputar a sucessão ao Planalto e teve sua eventual candidatura questionada por segmentos de peso da legenda.

O nome de Barbosa enfrenta resistência junto a dirigentes do PSB do Nordeste e do Sudeste, os quais avaliam que o lançamento da candidatura própria atrapalha a composição de alianças estaduais.

No encontro de cerca de duas horas, apenas um dos quatro governadores da sigla presentes participou até o fim. O primeiro a deixar a reunião, Márcio França, de São Paulo, defendeu o apoio da sigla a Geraldo Alckmin, do PSDB.

O segundo a deixar o encontro, Ricardo Coutinho, da Paraíba, pregou que o ideal seria a formação de uma "ampla frente democrática", podendo ou não ter o PSB como cabeça de chapa.

"Há dificuldade dos dois lados. O partido tem a sua história e as suas dificuldades regionais. E, do meu lado, eu tenho as minhas dificuldades de ordem pessoal. Não consegui ainda convencer a mim mesmo de que devo ser candidato", disse Joaquim Barbosa.

Ele ressaltou ainda que é um homem de vida discreta e quieta. "Faz quase quatro anos que eu saí da Suprema Corte. Vocês ouviram falar de mim?", questionou. Para tentar superar as dificuldades, ele deve iniciar a partir da semana que vem uma ofensiva individual aos governadores do partido.

O discurso de Barbosa gerou dúvidas junto ao comando nacional da sigla, que tinha segurança de que ele se filiou à sigla com o propósito único de se lançar candidato presidencial.

Na reunião, ele afirmou que a decisão deve ser muito bem pensada porque é o responsável financeiramente por uma família de oito pessoas. Barbosa atua hoje como advogado. "O cronograma é muito elástico e há muito tempo ainda. O partido pode inclusive optar por escolher um outro nome", afirmou.

Pesquisa
Na chegada, contudo, Barbosa comemorou o resultado da última pesquisa Datafolha, em que tem entre 9% e 10% de intenções de voto. "Para quem não vai frequenta ambientes públicos, órgãos públicos, quem não dá entrevista, quem leva uma vida pacata, está muito bom, né?"

Nos bastidores, no entanto, Barbosa tem deixado claro que já tomou a decisão de ser candidato e começa a discutir um programa de governo com a defesa do voto distrital misto, ensino integral, geração de emprego e reforma previdenciária. "Ele tem posição mais à esquerda, mais ao centro e mais à direita do que nós", resumiu o líder do PSB na Câmara, Júlio Delgado (MG).

O habitual comportamento inflexível de Barbosa refletiu em sua estreia com a militância e a imprensa. Ele tentou fugir dos jornalistas, irritou-se com o assédio e ignorou homenagem feita pelo movimento negro com cartazes e flores. "A gente fez um material muito lindo para receber o senhor", disse a secretária-geral da Negritude Socialista, Valneide Nascimento, que o abordou na chegada. "Eu tenho horário", disse Barbosa. "Vejo quando sair."

Resistência

Hoje o nome de Barbosa enfrenta resistência junto a dirigentes do partido do Nordeste e do Sudeste. Em São Paulo, o governador Márcio França defende abertamente o apoio a Geraldo Alckmin, do PSDB.

No Nordeste, candidatos a governo preferem que o PSB faça uma aliança com o PT, que tem maior força eleitoral na região.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, reconheceu que há dificuldades em alianças regionais, mas que isso pode ser superado. Ele lembrou que em 2002, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho sofreu mais resistência que Barbosa ao se filiar ao PSB. E, mesmo assim, acabou tendo o apoio da legenda para a sucessão presidencial.

Ele descartou a possibilidade de Barbosa ser candidato a vice na chapa de Ciro Gomes ou de Marina Silva. "Nós não convidamos o Joaquim Barbosa ao PSB para ser vice de ninguém e não queremos indicar ele para vice de chapa nenhuma. Quem tem essa esperança pode esquecer", disse.

Siqueira afirmou que a indisposição com a política tradicional deve marcar o pleito de 2018 e que isso beneficiaria uma candidatura de Barbosa. Questionado sobre se a demora para tomar uma decisão pode afetar alianças e o desempenho do candidato, disse que a eleição é atípica e isso deve ter pouco efeito.

"Há candidatos que já estão até há um ano ou meses de pré-campanha e não conseguiram decolar. O único que conseguiu decolar foi o candidato que não pode ser candidato", disse.



Pernambuco
Familia procura estudante de Ciência da Computação que desapareceu na RMR
Arthur Henrique, de 24 anos, estuda na Unicap e foi visto pela última vez na tarde da quarta-feira (18). Carro do rapaz foi encontrado quebrado em Palmares.

Arthur Henrique Barros Lucena, de 24 anos, está desaparecido desde as 16h da última quarta-feira (18). Estudante de Ciência da Computação da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), o jovem mora com a família no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Quem tiver informações sobre o paradeiro do rapaz pode entrar em contato com a família por meio do (81) 9.9974-7372.

Segundo o amigo da família e padrinho, Flávio Lins, Arthur teria saído para ir à academia praticar natação e seguiria para a universidade, mas ele não compareceu a nenhum dos compromissos e, desde então, não se tem notícias dele. O carro do estudante, um Sandero, foi encontrado quebrado às margens da BR-101, próximo ao município de Palmares, na Zona da Mata Sul, e se encontra à disposição da polícia no pátio da Delegacia de Palmares, também segundo Flávio.

Ainda de acordo com o padrinho de Arthur, existe a possibilidade de o desaparecimento ter iniciado de forma voluntária, pois a família recebeu mensagem de texto do celular dele dizendo que estava bem e que não precisariam procurá-lo. A família recebeu informações de pessoas que afirmam ter visto um rapaz com as características de Arthur andando pela BR-101 em companhia de dois outros jovens próximo a Palmares. A última informação é de que o jovem foi visto em Maceió, perto da empresa Braskem, perguntando como chegar em Salvador. Nenhuma das informações foram confirmadas por câmeras.

Explosão de botijão de gás em residência deixa três pessoas feridas em Jaboatão
Acidente causou incêndio em residência e duas das vítimas foram removidas para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área central do Recife

A explosão de um botijão de gás em uma residência deixou três pessoas feridas - duas delas em estado grave - no bairro de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), na madrugada desta quinta-feira (19). O acidente aconteceu por volta das 3h40 na rua Nossa Senhora de Fátima. A perícia irá identificar a causa da explosão.

O acidente causou um incêndio na casa e o Corpo de Bombeiros foi acionado às 3h51 para controlar as chamas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Jaboatão conduziu duas vítimas até o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área central do Recife.

Andréa Gonçalves da Silva, de 46 anos, e Mike Jair Roberto da Silva, de 20 anos, deram entrada no HR com os corpos queimados pelo incêndio. Segundo a assessoria do hospital, o estado de saúde de Andréa é gravíssimo. Ela ficou com mais de 90% do corpo queimado. O quadro de Mike é grave, com cerca de 45% a 50% de queimaduras. Outra vítima não ficou muito ferida e assinou termo de recusa de remoção, de acordo com o Samu.

O vizinho Josias José Gomes conta que o casal havia se mudado na quarta-feira (18) e ainda arrumava a mudança da casa. Ele detalhou como deve ter acontecido a explosão. "Estava vazando gás, acumulou no primeiro andar e depois explodiu queimando a inquilina e o esposo dela. Tinha uma boca do fogão ligada e o registro do botijão aberto. As portas estavam fechadas e deve ter saído alguma faísca de energia", contou.

A Defesa Civil de Jaboatão dos Guararapes recebeu a demanda do Corpo de Bombeiros por volta das 5h30. "Viemos ao local e constatamos que a explosão causou danos à estrutura da edificação. Estamos interditando os imóveis que estão em risco, inclusive o que pegou fogo", afirmou o engenheiro civil Jonathan Lima, acrescentando que as equipes do órgão irão verificar a estrutura durante o dia para definir qual a medida cabível para sanar os riscos de desabamento.

A estrutura do prédio apresenta muitos riscos. Pedaços de madeira são utilizados para sustentar a alvenaria. "Um dos moradores vizinhos disse que o que segurou a casa foi uma planta que está enraizando na parede aqui do lado", disse Jonathan. "O prédio já apresentava riscos construtivos. Não sei nem como essa estrutura ainda está em pé", finalizou o engenheiro.

A vizinha Maria de Lourdes da Silva relata o momento da explosão. "Não sei como aconteceu, quando deu aquele estrondo eu e meu neto fomos ver. Tinha um homem pendurado na janela e a mulher por debaixo dos escombros", disse. Apesar da ordem da Defesa Civil de saída do local, moradores permanecem nas casas interditadas.

Com EFE, Folhape.
70 anos de existência e resistência!



















 
























Arinaldo Rodrigues e Fausto Neto foram até o local, que, segundo leitores e ouvintes, estava abandonado, em ruínas. Confira no vídeo.
O grito de ajuda que Gleisi Hoffmann fez aos países árabes é mera cobrança de favores. O governo do PT favoreceu essa gente por mais de uma década, mandando dinheiro, dando apoio internacional, afagando radicais, ignorando muitas vezes os judeus, incentivando aquele infeliz do Mahmoud Ahmadinejad a seguir com planos atômicos, entre outras delícias das mil e uma noites. Coisa que ao sêo Obama muito apraz.

O PT fará uso de todas as alianças – do presente e do passado – para infernizar, stricto sensu, os brasileiros. Todas.

Conheço gente bem informada que pontifica que não haverá eleições, ou o exército toma conta, ou os vermelhos causam uma guerra civil. Outros apostam na vitória de seu candidato, e alguns julgam que os radicais do Oriente Médio explodirão tudo. Uns dizem que nada mudará, que tanto faz; e uns que é melhor Lula lá na papuda. Sou da modesta posição de que eleições sem voto impresso é golpe, é fraude; é o velho migué à brasileira que reelegeu TODOS os presidentes desde a sua adoção.

Caso as forças do Oriente Médio se metam a fazer forfé aqui no Brasil, onde possuem muita gente, não espero nada menos que uma resposta à altura das Forças Armadas. É o mínimo.

O Brasil tem se tornado o centro das loucuras mundiais: globalismo, comunismo e islamismo. Sinceramente, não sei qual é a pior ameaça, tamanha a confusão em camadas que se nos apresenta em contínua e complexa expansão. É a cebola de Dante.
No plenário da Casa, pouco mais de dez pessoas falando de... Política. Começaram pelo local, prefeitura (e seus problemas quase insolúveis, devido à vaidade, à falta de capacidade ou à perda de tempo culpando outros e não resolvendo), vereança deixando a desejar, candidatos a deputado, governador e por aí foram.

São Lourenço da Mata é aquele microcosmo do Brasil, no trato com as questões políticas nacionais: uns expressam incômodo, outros simpatia, porém quase ninguém olha além das aparências, tsc, tsc!
Um diz que votará naquele por apresentar "maior macheza", outro diz que votará no mais careca (sem ao menos desconfiar que este defende pensamento contrário), outro fala que se não houvesse um corrupto preso (vai gostar de malfeitor lá na cadeia!), não seria a opção dois (esta doida para ser igual a 1) e blá, blá, blá...
Daí, não aguentando mais aquele festival de achologia (volte a ler o título do post), bradei:
- Alguém aqui sabe sobre o Consenso de Washington? Dos acordos entre o Diálogo Interamericano (https://ricardoroveran.com/2016/12/03/quem-sao-os-brasileiros-do-dialogo-interamericano/) e o Foro de São Paulo? Alguém sabe o significado da expressão Pátria Grande? Alguém sabe sobre o funcionamento da estratégia das tesouras?
Se ninguém souber disso, agora, não pode falar com precisão de candidaturas a presidente, porque NÃO SABEM DO ASSUNTO A FUNDO! Só discutem a casca, não sabem do miolo, só repetem o que ouviram no telejornal e dos "especialistas" comprometidos. 

Se você se perguntou o que significam essas coisas, creia, está no bolo, mesmo não marcando presença no recinto. Melhore. Leia, veja outros.

A frase no título é do Olavo (adaptada), este, sim, sensacional.